Aeronave acidentada caça AMX – A1B

Avião caça AMX modelo A1B da Força Aérea Brasileira

ACIDENTE AERONÁUTÍCO COM AERONAVE A-1B

Segunda-feira, 25 de Março de 2002

Caça cai em Santa Maria e pilotos se salvam

Um avião de caça AMX modelo A1 da Força Aérea Brasileira caiu neste domingo a nove quilômetros da pista da Base Aérea de Santa Maria (RS), durante exercícios de treinamento militar.

Os dois pilotos, os tenentes aviadores Clauco Fernando Vieira Rosseto e Alexandre Daniel Pinheiro da Silva, conseguiram ejetar seus assentos e acionar os pára-quedas e salvaram—se.

Rosseto sofreu um corte na cabeça, e Silva fraturou o tornozelo. Levados ao Hospital de Caridade de Santa Maria, foram internados e ficaram em observação durante a noite. A área do acidente ficará isolada até a conclusão da perícia.

FONTE:

http://www.estadao.com.br/arquivo/cidades/2002/not20020325p16260.htm

 

DATA: 25 de março de 2002 às 10h e 18min

MATRÍCULA FAB: FAB5656 (Biposto).

LOCAL: Setor sul do aeródromo da Base aérea de Santa Maria.

TRIPULANTES: 1º Tenente Aviador Clauco Fernando Vieira Rosselto

e 1º Tenente Aviador Alexandre Daniel Pinheiro da Silva.

ESQUADRÃO: 3º/10º Grupo de Aviação (Esquadrão Centauro).

OBSERVAÇÓES: Os tripulantes ejetaram com sucesso e não houve vítimas fatais.

Características

Tripulantes: 1 AMX/A1, 2 AMX/A1B

Comprimento: 13,23 m

Envergadura: 8,87 m

Altura: 4,55 m

Peso vazio: 6.730 kg

Peso carregado: 10.750 kg

Peso máximo: 13.000 kg

Motor: um turbofan Rolls-Royce Spey 807

Empuxo: 4994 kgf (11.000 Ibf)

Desempenho

Velocidade máxima: 1.020 km/h

Alcance: 3.330 km

Teto de serviço: 13.000 m (42.600 pés)

Razão de ascensão: 10.240 pés/min

Relação empuxo/peso: 0,47

Armamento

2 canhões de 30 mm DEFA 554 (aviões brasileiros)

2 mísseis ar-ar AIM-9 Sidewinder ou MAA-1 Piranha nos trilhos das pontas das asas 3.800 kg de carga bélica em 5 pontos duros, incluindo bombas de emprego geral e bombas guiadas por laser, mísseis ar-superfície, foguetes e pods de reconhecimento.

Deixe um Comentário