Viatura TNE Lapk Cara Chata

O ano de 1958 ficou marcado na história da Mercedes-Benz do Brasil, com o lançamento da viatura média L-321, apelidada pelo público de “Cara Chata”, devido a sua cabina avançada que lhe proporcionava maior volume de carga transportado em relação ao seu antecessor o Mercedes-Benz L-312 “Torpedo” equipado com cabina semiavançada.
As viaturas LP-321, as primeiros “cara-chata” da Mercedes-Benz do Brasil, tinham a fama de: (Bufava, mais ia). Este Modelo MB ostentou a estrela de três pontas por cerca de uma década.
Sua característica principal estava ancorada na simplicidade mecânica e economia de combustível em relação aos seus concorrentes da época.
Em 1958, a MBB deu uma nova roupagem ao visual cansado da sua viatura média, a conhecida “Torpedo” L-312 e lançou o modelo LP-321, agora com cabina avançada, ou seja, uma viatura cara-chata com carroceria maior e capacidade de carda para 10 toneladas.
O modelo era equipado com motor diesel de seis cilindros em linha com 120 hp e câmbio de 5 marchas.
Curiosidade: O conforto da cabina convencional é imbatível. A MBB interrompeu a produção da viatura cara-chata por muito anos, mas voltou a ter modelos com cabina avançada em 1992 para concorrer com a VWCO e Ford.
A cabina avançada acabou prevalecendo pois é ótima para o transportador, mas péssima para o operador (motorista).

Ficha técnica:
Fabricante: Mercedes Benz do Brasil
Ano de Fabricação: 1960
País de Origem: Brasil
Destino: Transporte não especializado
Guarnição: 02
Combustível: Diesel
Motor: M321
Potência máxima: 120 HP
Peso Bruto: 5000Kg

Deixe um Comentário